Todo ponto de vista é apenas a vista de um determinado ponto.

terça-feira, 22 de julho de 2008

Ficção Científica?

Se Brasília foi a cidade completamente projetada sob os moldes modernistas, como seria a cidade projetada ás vistas da arquitetura contemporânea?
A receita é simples: Eco-consciência e tecnologia de ponta, para engrossar o caldo invista os zilhões de dóllares do petróleo dos Emirados Árabes e chame a Tia Nastácia da arquitetura internacional: Foster+Partners.


O prato:




A empresa MASDAR Abu Dhabi Future Energy Company, através da Masdar Initiative criou junto a Foster+Partners este projeto que ocupará 6 milhões de metros quadrados completamente sustentáveis. A idéia se baseia nos princípios das cidades muradas, e pretende criar uma comunidade neutra em unidades de carbono e com desperdício zero. Não existirão carros pessoais, mas sim um sistema de trasporte público a cada 200 metros no máximo. Além disso, todas as vias serão estreitas, para melhorar a relação com o pedestre.

A cidade se desenvolverá em duas fases, e suportará uma população de até 47500 habitantes, e será um centro para o desenvolvimento de tecnologias limpas.
Estamos na era do correr atrás do prejuízo. Depois de termos sugado até o bagaço do nosso planeta, resta a nós arquitetos e futuros arquitetos tomarmos a frente, e levar a sustentabilidade como fator decisivo de projeto.
Provavelmente nunca teremos a chance de projetar uma cidade auto-sustentável, mas é nossa obrigação levarmos isso a qualquer projeto, até da famosa casinha de cachorro, e não nos encostarmos na desculpa de os fatores culturais e econômicos nos impedem. Correndo o risco de soar clichê, mas hoje o futuro está nas mãos dos arquitetos mais do que nunca.
Video que vale a pena:

Um comentário:

Paulo Takimoto disse...

Taí um ponto positivo dos Emirados Arabes. Ao mesmo tempo que a grana do petróleo permite que eles construam parques turísticos como Dubai; eles também fazem coisas realmente interessantes, como essa proposta. Só pra ter como parâmetro de tamanho, Pinheiros, aqui em São Paulo, tem 3 milhões de m².