Todo ponto de vista é apenas a vista de um determinado ponto.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Jogos Arquitetônicos



Cenários e engenharia de fases são algo que fãs de games e críticos discutem há décadas. Mas o que será que arquitetos acham das edificações e construções dos jogos eletrônicos? A revista The Architect's Journal respondeu a essa pergunta elegendo os 10 melhores projetos da história dos games.

A publicação faz um resgate interessante, às vezes um tanto exagerado, pensando desde as formas de determinados jogos (como Marioland) ao planejamento urbano-élfico de uma capital de World of Warcraft. Confira abaixo:

10. Marioland - "Pela influência do escritório londrino FAT e o uso de formas arredondadas, ecoando a Ópera de Dubai".

9. Castelo Wolfenstein, de Return to Castle Wolfenstein - "Pela possibilidade de passear dentro de um conto de fadas alemão".

8. Tetris - "Pela lição em coordenação dimensional e simetria rotacional e combinações de espaço e vazio que inspiraram inúmeros arquitetos".

7. Architecture Island de Second Life - "Vistantes dessa ilha serão presenteados com sobreposições de arquitetura experimental".

6. A casa de Jet Set Willy - "Um triunfo do minimalismo doméstico, áreas amplas pontuadas por esculturas ocasionais ou móveis de design"

5. Scumm Bar, de The Secret of Monkey Island - "O boteco da ilha caribenha de Mêlée é construído em um deck de madeira flutuante que permite panorama 360º. A decoração já viu melhores dias, mas mantém um certo charme autêntico".

4. Halo, Halo II - "O uso recorrente de pedra local e o enfoque no design homogêneo fazem desse local algo comparável às cidades-spa britânicas como Harrogate ou Bath".

3. Liberty City, Grand Theft Auto IV - "A cidade é um pesadelo, desenhada para aqueles que vivem dentro de seus carros - mesmos assim, as pessoas migram aos bandos para cá. Talvez seja pelo dramático por-do-sol".

2. The City, Sim City - "Uma favela de alta classe, brota do dia pra noite com seus maravilhosos edifícios híbridos. As formas arquitetônicas são um choque entre tecnologia moderna e valores tradicionais".

1. Azeroth, World of Warcraft - "Espigões góticos lembram a cidade de Oxford com uma maquiagem subversiva. A arquitetura dos Blood Elves, por outro lado, tem influências mais suaves e orgânicas, semelhantes ao trabalho de Gaudi, como o Parc Güell ou a Sagrada Familia. A natureza é estilizada - a essência do Art Nouveau".


fonte.


___________________________________________________


Não sei quanto a vocês mas sou muito mais a arquitetura de Mirror's Edge ou Shadows of Colossus do que a do Wolfenstein.

E lanço uma pergunta a vocês, leitores:

Qual é, na sua opnião o jogo eletrônico onde a arquitetura ou a questão da espacialidade está melhor representada?

3 comentários:

Ricardo Rossin disse...

Eu tinha baixado a demo de Mirro Edge no PS3 e pra mim é uma das melhores...Se bem que a arquitetura de God of War 1 e 2 é muito bem representada...

Andre disse...

Gears of War (tiro estrategico 3º pessoa) trabalha muito bem com a arquitetura no seu enredo. Ela e usada pra exaltar os feitos, conquistas e imponencia em alguns casos como nas cidades dos humanos; e para criar climas sinistros, obscuros, sujos e até mortificados em outros locais como nas cavernas e subsolos tomados pelos Locusts. Mas a tendência da arquitetura no mundo dos games e ocupoar um "espaço" cada vez maior. Hoje já e possivel dizer que o papel da arquitetura e de primeira importancia nos jogos mais complexos, e não mais só um "detalhe" a ser resolvido.

Ayesha Luciano disse...

Voto no God of War, pelo trabalho histórico, mas tem outros em que a arquitetura, digamos, tira o foco do jogo, de tão boa. Devil May Cry 1 tem um trabalho cenográfico impressionante no tratamento do castelo em que se passa a história. O Devil May Cry 3 ganha pela complexidade dos cenários da cidade destruída... Sem falar no Final Fantasy 12, em que há uma cidade impressionante para ser explorada. E só pra constar, Ico, da Sony, que tem um clima bem parecido com Shadow of Colossus, em que a Arquitetura dos cenários é de tirar o chapéu!!

(juntar videogames e arquitetura: o sonho da minha vida!!!!!!!)